2 abr 2011

Santander ameaça demitir em massa

Autor: riccardus | Categoria: Não categorizado
O Santander está mesmo empenhado em precarizar o trabalho nas agências. Mesmo com lucro fenomenal, em 2010 bateu na casa dos R$ 7,382 bilhões, o pretende demitir milhares de trabalhadores nos próximos dias. A desculpa: redução dos gastos.
A empresa ainda não fez nenhum comunicado aos sindicatos, mas a informação já foi transmitida pelos próprios bancários por meio de e-mails e telefonemas. Se as demissões de fato ocorrerem, a categoria pretende se mobilizar procurando o apoio da justiça, denunciando à imprensa e através de manifestações.
O lucro do ano passado teve aumento de 34% em relação ao resultado de 2009. Com os números, a empresa brasileira ultrapassou a espanhola e, se tornou a mais lucrativa no mundo, com 25% do total dos ganhos. A Espanha representa, hoje, 15%.
Os lucros do Santander são frutos do trabalho e empenho dos bancários na realização das tarefas, inclusive depois da integração com o Real.  Até hoje há acúmulo de atividades, sobrecarga de trabalho, transtornos e muitos desgastes junto aos clientes devido à mudança de sistema e total desorganização do banco.
Leia mais: http://www.bancariosbahia.org.br
2 abr 2011

Mais fiscalização em perícia médica

Autor: riccardus | Categoria: Não categorizado
Uma ótima notícia para os segurados do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). Todo trabalhador tem o direito a solicitar a presença de um acompanhante e do médico pessoal nas perícias médicas. A medida dificulta as intransigências cometidas por peritos.
Para formalizar o pedido, o trabalhador deve preencher um formulário, disponibilizado nas agências, com identificação pessoal e grau de parentesco do acompanhante. Caso o segurado deseje acompanhamento do médico pessoal, tem de fazer o pedido formalmente, através da identificação no formulário.
A iniciativa é tida como importante conquista dos trabalhadores, já que a presença de alguém de confiança do segurado dá mais segurança para o trabalhador no ato da perícia.
O direito ao acompanhamento está previsto no código de ética médica, mas os peritos do INSS não permitiam. É preciso agora fiscalização para que a medida seja devidamente cumprida.
Leia maishttp://www.bancariosbahia.org.br

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputada Manuela D”Avilla (PC do B-RS), afirmou hoje que será apresentado na próxima terça-feira um pedido de investigação na Corregedoria contra o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), que afirmou que os ‘africanos são amaldiçoados’ e fez ataques aos homossexuais.

Segundo Manuela, a ação será protocolada em nome da Comissão pelo mesmo grupo de parlamentares que já pediu investigação contra Jair Bolsonaro (PP-RJ), que em entrevista ao CQC classificou como ‘promiscuidade’ a possibilidade de seu filho se relacionar com uma mulher negra e também fez ataque aos homossexuais. Bolsonaro negou a acusação de racista e diz não ter entendido a pergunta.

A deputada está juntando as páginas do Twitter de Feliciano e as matérias vinculadas para concluir o pedido de investigação. ‘Estaremos encaminhando à Corregedoria da Câmara porque não cabe à nossa comissão julgar, mas eu julgo, individualmente, que as declarações envolvem racismo’.

Feliciano afirma ser afrodescendente e nega ser racista. Segundo ele, os conceitos que expõe no Twitter são ‘teológicos’ e estão na Bíblia. Ele negou ainda ser homofóbico, mas afirma que os homossexuais têm uma ‘podridão’ de sentimentos.

Fonte: http://estadao.br.msn.com

 

Com este tema os servidores municipais ocuparam hoje o pátio da Prefeitura Municipal para o lançamento oficial da Campanha Salarial 2011.

“Trata-se de um dia muito importante para a categoria, pois o Sindserv retoma a luta de valorização dos servidores”,avalia Wilmaci Oliveira, diretora do Sindserv.
Aprovada em assembléias ocorridas nesta semana, a pauta de reivindicações dos servidores municipais reivindica entre outros pontos:
> Melhores salários, Plano de Cargos e Salarios, melhores condições de trabalho, fim do assédio moral, regularização dos vales transportes e mais igualdade de condições de trabalho e salários entre os servidores da administração direta e a indireta.

 

A pesquisa CNI/Ibope de março, divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Ibope, mostrou que 56% dos entrevistados consideram o governo da presidente Dilma Rousseff ótimo ou bom. Apenas 5% consideram o governo péssimo ou ruim, e 27% avaliam como regular.

Segundo a pesquisa, o governo Dilma é melhor avaliado pela população das regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste. Na Região Sul, o porcentual de ótimo ou bom alcançou 52% dos entrevistados e, na Região Sudeste, 53%.

A pesquisa mostrou também que a presidente Dilma tem 73% de aprovação pessoal da população e apenas 12% dos entrevistados desaprovam a presidente. Segundo o levantamento, 14% dos entrevistados ainda não têm uma avaliação sobre a presidente ou não quiserem responder à pergunta.

A boa avaliação do governo Dilma, segundo a CNI/Ibope, reflete na confiança dos brasileiros na presidente. Dentre os entrevistados, 74% confiam nela e apenas 16% não confiam em Dilma. Ainda de acordo com a pesquisa, a confiança é maior entre os homens (76%).

A expectativa dos entrevistados com relação ao restante do governo Dilma também é positiva. Para 68%, o restante do governo será ótimo ou bom. Outros 5% dos entrevistados acreditam que o restante do governo Dilma será ruim ou péssimo, e 19% creem que será regular.

A pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 23 de março, com 2.002 pessoas em 141 municípios.

 

Diretoria do Sintratec avalia que a Campanha Salarial 2011 foi vitoriosa
Os trabalhadores das empresas Malwee (Camacan), Penalty (unidades de Itabuna e Itajuípe) e Trifil aprovaram as propostas apresentadas pelas fábricas que garantem aumento dos salários e criação de novos direitos conseguidas após várias rodadas de negociação entre o Sintratec e o setor patronal.
Segundo Jéser Cardoso, presidente do Sintratec, o slogan da campanha salarial 2011 “Unidade para Conquistar mais Direitos” foi prontamente entendida pelos operários e operárias dessas fábricas, que com bastante garra, determinação e participação ativa, fez crescer a mobilização a cada negativa dos patrões em atender as principais reivindicações.
Para o Sintratec esta campanha foi muito dura e difícil, pois os patrões não queriam conceder reajustes garantindo ganho real nos salários, mas a luta dos operários e operárias das indústrias têxteis e calçadistas da região ajudou a pressionar as empresas e por isso ficou garantido aumento real, consolidação de direitos a ampliação destes como foi os casos da PLR (Participação nos Lucros e Resultados)na Penalty, Abono Salarial na Malwee de Camacan e Prêmio por Assiduidade na Trifil.
“A diretoria do Sindicato agora passa concentrar as forças nas fábricas Grendene (Teixeira de Freitas) e Banor/Super Star (Porto Seguro)na tentativa de garantir aumento real nos salários, ampliação de direitos e condições dignas de trabalho”, afirma Jéser Cardoso, presidente do Sintratec.

O SINTRATEC conquistou mais uma vitória dos operários e operárias da Trifil. Nesta Campanha Salarial, além de conseguir reajustar os salários com índices superiores a inflação do período de janeiro a dezembro de 2010, tanto o piso salarial da categoria e demais salários, conseguimos garantir um prêmio por assiduidade de R$ 450,00 (quatrocentos e cinqüenta) reais para todos trabalhadores que recebem até R$ 1.100,00 (um mil e cem) reais.
A proposta inicial da empresa em relação ao prêmio era conceder apenas para os trabalhadores que recebem o piso salarial. Porém, o sindicato insistiu no alcance da maioria dos trabalhadores evitando, discriminações.
“Consideramos as propostas aprovadas pelos trabalhadores uma vitória histórica para a categoria. A cada ano iremos eleger um item da pauta de reivindicações dos operários para melhorar as condições dos trabalhadores, tanto salarial, quanto condições de trabalho”, comemora Jéser Cardoso, presidente do Sintratec.

Proposta aprovada pelos trabalhadores

•Piso Salarial R$ 575,00 de março a junho e R$ 580,00 de julho a dezembro;
•Reajuste para os de 7%;
•Prêmio por Assiduidade de R$ 450,00 – sendo R$ 200,00 será pago em 06 de julho de 2011, desde que o trabalhador não tenha nenhuma falta não justificada no período de abril a junho e R$ 250,00 em 06 de janeiro de 2012, desde que o trabalhador não tenha mais de 08 (oito) faltas justificadas com atestados externos no período de julho a dezembro de 2011;
•Demais cláusulas de natureza econômica reajustadas em 7%;

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/Regional Sul da Bahia) engrossa as fileiras dos movimentos sociais organizados pela imediata estadualização do Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães (HBLEM). Veja fotos da manifestação realizada no dia 24 de março, na praça Adami em Itabuna:

29 mar 2011

Autor: riccardus | Categoria: Não categorizado

Em assembléias que aconteceram nos dias 24 e 25 de março nas portas das unidades da Penalty de Itabuna e Itajuípe, respectivamente, foi aprovada pela maioria dos operários e operárias a proposta patronal apresentada na reunião de negociações que aconteceu na sede do Sintratec no dia 23 de março às 16 (dezesseis) horas e 30 (trinta) minutos.
A Campanha Salarial se arrastava a cerca de cinco meses, onde a Penalty apresentava propostas muito inferior as propostas aprovada pela categoria. As mobilizações dos trabalhadores que cresciam a cada dia e a participação nas assembléias organizadas pelo Sindicato fizeram com que a empresa voltasse atrás e melhorasse as propostas.
“Nós consideramos uma vitória para os trabalhadores, pois conseguimos, além de aumentar os salários, garantir a PLR (Participação dos Lucros e Resultados, uma reivindicação histórica da categoria”, comemora Jéser Cardoso, presidente do Sintratec.

Veja as propostas aprovadas pelos operários:

1. PLR – R$ 400,00, sendo R$ 200,00 fixo, pago em 23 de julho de 2011, sem critérios, e R$ 200,00 em 23 de janeiro de 2012, respeitando os critérios definidos pela comissão da PLR.Os trabalhadores com menos de 06 meses na empresa receberão proporcional;

2.Piso Salarial – de R$ 575,00 de março a agosto e R$ 580,00 de setembro a dezembro;

3.Reajustes para os demais salários de 6,46%;

4.Reajustes das cláusulas econômicas de 6,46%.

Como ficarão os salários:

Janeiro/2011: R$ 557,99
Fevereiro/2011: R$ 529,24
Março/2011: R$ 594,15
Abril/2011: R$ 575,00
Maio/2011: R$ 594,15
Junho/2011: R$ 575,00
Julho/2011: R$ 594,15 e PLR – R$ 200,00
Agosto/2011: R$ 594,15
Setembro/2011: R$ 580,00
Outubro/2011: R$ 599,32
Novembro/2011: R$ 580,0
Dezembro/2011: R$ 599,32