16 ago 2011

Tire nove dúvidas sobre o linfoma não-Hodgkin

Autor: riccardus | Categoria: Não categorizado

Câncer no sistema linfático pode ser tratado de diferentes formas

O câncer no sistema linfático é uma doença que ataca os gânglios linfáticos e está cada vez mais comum em países desenvolvidos. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a cada ano aproximadamente 10 mil novos casos de linfomas não-Hodgkin são registrados no Brasil. O caso mais recente e conhecido de diagnóstico da doença é o ator Reynaldo Gianecchini, que receberá tratamento com quimioterapia.

“Esse tipo de linfoma tem dezenas de subtipos, mas muitas pessoas nem sabem que ele existe. Por isso, é sempre bom deixar algumas informações para quem quer saber mais sobre essa doença ainda pouco discutida”, diz a hematologista Jane de Almeida Dobbin, chefe do Serviço de Hematologia do Instituto Nacional do Câncer. Esclareça nove dúvidas sobre o linfoma do tipo não-Hodgkin:

Qual é a diferença entre o linfoma de Hodgkin e o linfoma não-Hodgkin? 

“A única diferença entre esses dois tipos de linfomas é que o de Hodgkin apresenta células reed-sternberg, enquanto o segundo caso não. Parece pouco, mas essa pequena diferença muda drasticamente o tipo de tratamento a ser usado no paciente”, diz a hematologista Jane de Almeida Dobbin chefe do Serviço de Hematologia do Instituto Nacional do Câncer.

Quais os lugares do corpo ele pode aparecer? 

Os linfomas não-Hodgkin podem aparecer em qualquer área do corpo que tenha linfonodos, como por exemplo pescoço, axila, virilha e abdômen. “Na maioria das vezes, o paciente percebe que alguma coisa está errada quando uma dessas áreas fica inchada sem motivo”, explica Jane Dobbin.

“Em casos mais agressivos, o gânglio pode crescer e causar uma compressão ou obstrução das artérias e veias. No caso do pescoço, isso acaba prejudicando o transporte de nutrientes ao cérebro”, conta.

Leia matéria completa clicando no link abaixo:

http://www.minhavida.com.br/conteudo/13674-Tire-nove-duvidas-sobre-o-linfoma-naoHodgkin.htm?utm_source=news_mv&utm_medium=newsmv&utm_campaign=208896

 

16 ago 2011

11º Curso de Eneagrama em Itabuna

Autor: riccardus | Categoria: Não categorizado

Reconhecido pelo Conselho Federal de Psicologia e aplicado no MBA da FGV

25 a 28 Agosto/2011 – Auditório do Hospital de Olhos Beira Rio – Itabuna (BA)


Veja:
se você se questiona por que acaba fazendo coisas de não gosta e, pior, não faz muitas outras que  seriam sua realização, então este evento revelador é para você.
Você vai descobrir os seus mecanismos de auto-sabotagem.
Condição Especial para Bancários:
10% de desconto
Informações e inscrições:
(73) 8804 5733 - britoemail@hotmail.com

Presidente Dilma Rousseff participa nesta terça-feira (16) da cerimônia de anúncio da expansão da Rede Federal de Educação Superior, Profissional e Tecnológica, no Palácio do Planalto

A presidente Dilma Rousseff anuncia hoje (16) a criação de mais quatro universidades federais em estados do Norte e Nordeste. Três delas são na verdade campi já em funcionamento de outras instituições federais que serão transformados em universidades. Com essa expansão, a rede federal passará a contar com 63 unidades. A nova fase de expansão das federais totalizará 47 novos campi.

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) terá sede na cidade de Marabá, onde hoje funciona um campus da Universidade Federal do Pará. A Universidade Federal da Região do Cariri (UFRC), no Ceará, terá sede em Juazeiro do Norte, onde atualmente funciona o Campus Cariri que pertence à Universidade Federal do Ceará (UFCE). Na Bahia, o campus de Barreiras da Universidade Federal da Bahia (Ufba) será transformado na Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufoba). O estado ainda receberá a Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), no município de Itabuna. A criação delas precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

Ao todo, as quatro novas instituições de ensino terão 17 campi para atender a população dos respectivos estados, sendo que 12 deles ainda serão criados e cinco, transferidos de outras universidades já existentes. Além disso, 12 universidades federais de 11 estados vão receber 15 novos campi até 2014.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), a expansão será concluída com a entrega das obras de expansão de 12 universidades federais que terão 20 novas unidades até 2012. Esses campi já estavam previstos na etapa anterior do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni).

Fonte: http://noticias.uol.com.br

Entusiasta da UFSULBA, Alice comemora implantação da universidade

A criação da Universidade Federal do Sul e Extremo Sul da Bahia foi tema de audiência pública em Itabuna, na última segunda-feira (15/8). A atividade mobilizou estudantes, professores, técnicos, empresários e lideranças locais, que reafirmaram a importância da expansão universitária, que a presidenta Dilma anuncia nesta terça-feira (16) para a Bahia. De acordo com a deputada Alice Portugal, que participou do evento, a implantação de duas novas universidades e de campus em diversos municípios tira a Bahia do atraso educacional que imperou no estado durante anos.

“A Bahia amargou a pobreza de ter apenas uma universidade federal por 50 anos. Agora, o governo anuncia a criação das universidades do Sul e Oeste Baiano, permitindo que os jovens da Bahia avancem junto com o desenvolvimento do Brasil”, disse a parlamentar, tida como entusiasta da criação da UFSULBA. Segundo a deputada, o ensino superior possibilitará a formação mão de obra qualificada para atender os avanços que a região deve experimentar com a implantação do Complexo Intermodal Porto Sul.

O debate, proposto pelo vereador Wenceslau Júnior (PCdoB), levantou ainda a necessidade da implantação da reitoria da UFSULBA no município de Itabuna, diferente do que propôs o Ministério da Educação quando indicou Porto Seguro como sede. Wenceslau observa que Itabuna se situa numa região estratégica que pela sua proximidade geográfica e atividades econômicas e culturais, poderá ter uma maior abrangência contemplando, além do território litoral sul e baixo sul (316.932 habitantes); o extremo-sul (761.799); Itapetinga (262.740) e médio Rio de Contas (388.675), totalizando uma população de mais de 2,5 milhões habitantes.

O vereador também considera a tendência de crescimento populacional por conta do incremento econômico através de novos investimentos, como o Porto Sul, o que justificaria a implantação da UFSULBA.

De acordo com a deputada Alice Portugal, a proposta de fixar a sede da futura universidade do Sul e Extremo Sul da Bahia em Itabuna, com campus em Porto Seguro, Teixeira de Freitas e Eunápolis é resultado de intensa discussão travada na região, com audiências públicas, debates, atos solenes e visitas à Brasília feitas pelo Comitê em Defesa da Universidade Federal do Sul da Bahia e que o mais importante é a conquista da universidade federal para esta região tão carente de cursos superiores de qualidade, públicos e gratuitos.

Sena, Alice e Wenceslau: a luta só está começando

Além da deputada Alice Portugal, participaram do debate o diretor da FTC-Itabuna, Cristiano Lobo; a presidente do Conselho Municipal da Juventude, Héllade Xavier; o presidente da Amurc, Claudio Dourado; os prefeitos Ângela Castro (Camacan) e Antônio Dianísio (Itacaré).

Fotos: Pedro Augusto

 

O governo da presidente Dilma Rousseff (PT) tem 49,2% de aprovação, segundo dados da pesquisa CNT/Sensus divulgados nesta terça-feira. A maior parte dos entrevistados (39,1%) considera que a presidente está fazendo um bom governo. Outros 37,1% classificam a gestão de Dilma como regular.

A soma dos que acreditam que o governo da presidente é ruim ou péssimo chega a 9,3% do total de pessoas que responderam à entrevista. A pesquisa foi feita em todas as regiões do País, com 2 mil entrevistados de 136 municípios, entre 7 e 12 de agosto deste ano.
Dilma tem praticamente metade da aprovação que seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, que deixou o governo no ano passado com avaliação positiva de 83,4%. Ao fim de sua gestão, Lula tinha apenas 2,2% de reprovação.
A maior parte dos entrevistados (70,2%) aprova o desempenho de Dilma à frente do governo, contra 21% de reprovações. A expectativa em relação ao governo da presidente caiu em relação a dezembro do ano passado.
O número de pessoas que acreditava num governo ótimo passou de 27,7% para 13,6%. Os entrevistados que esperam um governo bom e regular aumentaram na comparação com a última pesquisa, feita em dezembro de 2010, passando de 41,5% para 47,7% e de 17,6% para 26,2%, respectivamente.
A composição dos ministérios da petista, praticamente definida no momento da pesquisa, foi aprovada (ótimo/bom) por 45,5% dos entrevistados em dezembro.
A pesquisa passada indicou ainda que 65% viam o governo Dilma como continuidade do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Naquele momento, o então presidente Lula registrou índice de avaliação positiva (ótimo/bom) de 83,4% e negativa (ruim/péssimo) de 2,2%.
No início do primeiro governo Lula (2003), segundo pesquisas feitas pelo instituto, a então gestão foi classificada como positiva por 56,6% dos entrevistados em janeiro, 47,7% em abril e 46,3% em julho.

Leia maishttp://www.vermelho.org.br

Wagner: sede da Ufsulba em Itabuna.

A edição desta semana do programa Conversa com o Governador antecipa que a sede administrativa (reitoria) da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufsulba ou Unisulba) será mesmo em Itabuna.

De acordo com o governo baiano, a universidade federal do “Oeste terá sede em Barreiras e campi em Luís Eduardo Magalhães e Bom Jesus da Lapa e, a segunda [Ufsulba], com sede em Itabuna e campi em Porto Seguro e Teixeira de Freitas”.

No programa, Wagner ressalta a expansão do ensino superior federal no estado. “Dilma está fazendo justiça com a Bahia, que tinha um número de escolas de nível superior do governo federal, muito aquém do que a nossa população precisa e muito aquém do que a Bahia merece”.

A presidente Dilma Rousseff anunciará as quatro novas universidades federais brasileiras, duas delas na Bahia. Nos bastidores, políticos baianos davam como certo a sede da Ufsulba em Itabuna devido ao forte apoio da bancada federal. Mas não se posicionaram temendo “puxão de orelha” da presidente.

Leia mais: http://www.pimenta.blog.br/

Órgão ligado à Presidência da República quer veto a projeto aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo há 15 dias

Após receber manifestações de grupos gays contra a criação do Dia do Orgulho Heterossexual em São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab (sem partido) viu agora a Secretaria Nacional dos Direitos Humanos da Presidência da República também repudiar a data e pedir veto ao projeto de lei.

Nota pública foi divulgada ontem no site do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção de Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CNCD-LGBT), subordinado à secretaria, sobre o projeto do vereador evangélico Carlos Apolinário (DEM-SP), aprovado na Câmara Municipal há duas semanas.

“A criação de um dia de luta ou orgulho significa um marco da existência de um grupo marginalizado politicamente… Mais grave ainda do que o projeto em si é a justificativa para sua aprovação, de caráter nitidamente homofóbico. A possível sanção banalizaria o enfrentamento da homofobia e estimularia atos de violência, como os que temos assistido nos últimos meses, sobretudo em São Paulo”, diz um trecho do comunicado.

Ontem, pela primeira vez, o prefeito se manifestou explicitamente sobre a criação da data. “É um projeto que não sei no que contribui”…

Leia matéria completa clicando no link abaixo:

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,secretaria-nacional-repudia-dia-hetero,757926,0.htm

Se os banqueiros não aceitarem as propostas bancários irão para a greve mais uma vez

A economia brasileira vai bem e demonstra sinal de vitalidade. O país está cresce e as políticas sociais amenizam as desigualdades. Em situação muito melhor, no entanto, estão os bancos, que no primeiro semestre tiveram lucratividade de mais de R$ 26 bilhões.

O resultado é o melhor entre todos os setores da economia e mantém as empresas líderes em lucro. Apesar da choradeira, alguns anúncios foram menores do que o esperado, a conclusão é sempre a mesma: chove dinheiro na horta do banqueiro e os números mostram que todas as reivindicações dos bancários na campanha salarial são viáveis e possíveis de serem atendidas.
Muito mais do que o reajuste de 12,8% (5% de aumento real mais a inflação do período) e a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de três salários mais R$ 4.500,00, as organizações financeiras têm condições de oferecer outros benefícios, como o piso de R$ 2.293,31 (definido pelo Dieese), vales alimentação e refeição de R$ 545,00 e o pagamento para graduação e pós-graduação.
O reconhecimento também deve atingir outras frentes, como a geração de emprego, o fim do assédio moral e das metas, fim dos correspondentes bancários, segurança, respeito à Convenção 158 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) e um ambiente de trabalho saudável.
Confira os números

BANCO

LUCRO NO PRIMEIRO SEMESTRE

CRESCIMENTO EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DE 2010

ITAÚ UNIBANCO

R$ 7,13 BILHÕES

11,5%

BANCO DO BRASIL

R$ 6,2 BILHÕES

23,9%

BRADESCO

R$ 5,4 BILHÕES

21,7%

SANTANDER

R$ 4,15 BILHÕES

17,7%

CAIXA

R$ 2,3 BILHÕES

36,4%

BNB

R$ 300,7 MILHÕES

173%

HSBC

R$ 637 MILHÕES

33%

 Leia mais: http://www.bancariosbahia.org.br

Pauta entregue, agora bancários devem apoiar as atividades do Sindicato dos Bancários de Itabuna durante a Campanha salarial 2011

Depois da entrega da minuta de reivindicações, ocorrida nesta sexta-feira (12/08), em São Paulo, com as presenças do presidente do Sindicato dos Bancários da  Bahia, Euclides Fagundes e do presidente da Federação, Emanoel Souza, a Bahia organiza o lançamento oficial da campanha salarial 2011. As mobilizações deste ano prometem ser as mais fortes.

A categoria já demonstrou disposição em lutar por um reajuste decente e a valorização do piso, principalmente depois do anúncio da lucratividade semestral. Todos os balanços apresentaram altos percentuais de crescimento do ganho líquido em relação ao mesmo período de 2010. O Banco do Brasil, por exemplo, teve alta de 23,9%, o Bradesco 21,7%, o Santander 17,7% e o Itaú 11,5%.
Com esses balanços fica claro que as organizações financeiras podem atender a pauta de reivindicações, resultado de intensos debates entre os trabalhadores. O documento reúne proposições econômicas, sociais, de saúde, segurança e condições de trabalho.
Leia mais: http://www.bancariosbahia.org.br
13 ago 2011

A história do LSD na medicina e na vida hippie

Autor: riccardus | Categoria: Não categorizado

Substância tão alucinógena como mítica, descoberta pelo químico suíço Albert Hofmann, o LSD é tema de um documentário realizado pelo cineasta Martin Witz e que estreou mundialmente no Festival de Cinema de Locarno.

Trata-se da história de uma substância que mudou a vida de milhares de outras pessoas.
“Não podemos fazer um filme como esse, sem saber do que se trata, interiormente também. Jovem adulto, nos anos 1980, eu experimentei-o várias vezes com bastante interesse. Nós fizemos isso com meu amigo na época, guiados por um psiquiatra.”
Roteirista e produtor do “The Substance – Albert Hofmann’s LSD” (A Substância – o LSD de Albert Hofmann), um filme em concurso na categoria “Cineastas do presente”, Martin Witz propõe uma odisseia da qual lhe impressiona o fato de ninguém ter convidado o espectador antes dele: o destino do psicotrópico alucinógeno descoberto quase ao acaso pelo químico suíço Albert Hofmann.
Esse “cientista teve a classe de aceitar que, na sua descoberta, as pessoas não compreendiam tudo”, observa Martin Witz. “Hofmann era um espírito aberto, curioso, que tolerava o fato que não se pode explicar tudo, sem ser um esotérico limitado em todo caso. Esse tipo de espírito se tornou um pouco raro na nossa sociedade.”

Bom começo 

Witz começa da primeira “trip” de ácido experimentado por Hofmann, que o próprio químico, falecido em 2008, lembra-se no documentário. Ele mostra como a sociedade e as mídias, inicialmente, receberam de forma favorável esse novo instrumento para a pesquisa psiquiátrica.

Leia matéria completa clicando no link abaixo:

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=161204&id_secao=11