17 dez 2019

Itaú discrimina negros em processo seletivo

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
[Itaú discrimina negros em processo seletivo ]

Só discurso. Assim é o Itaú em relação à valorização da diversidade. A foto dos 125 aprovados no programa de trainee do banco viralizou nas redes sociais e chama atenção pela falta de negros e pardos. 


O processo seletivo, uma das portas de entrada no banco, teve 72 mil pessoas inscritas. Milhares negras e pardas. Mas, estranhamente, nenhuma foi classificada para a final. 


Igualdade de oportunidades, independentemente de raça, gênero, orientação sexual ou religião, é uma das bandeiras do movimento sindical.  A realização do 3º Censo da Diversidade foi uma vitória e tem o objetivo de traçar um perfil da categoria e embasar reivindicações para a promoção da diversidade no setor bancário.


Segundo o banco, a seleção de trainees não refletia a diversidade do país mesmo com as mudanças feitas para tornar processo mais inclusivo. Na resposta à revista Raça, o Itaú ressaltou que a experiência deste ano servirá de aprendizado para fazer correções para os próximos processos.


Dados recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que os negros ocupam 50,2% das vagas nos cursos de ensino superior. Em 2018, dos 207,8 milhões brasileiros, 46,5% se declararam pardos, 9,3% pretos e 43,1% brancos. A proporção de pessoas que se declaram negros e pardos chegou a 55,8% da população, mas ainda está longe de ser representada, em especial nos bancos privados. 

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta