10 dez 2019

Desigualdade social dispara. Tendência é piorar

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
[Desigualdade social dispara. Tendência é piorar]

O Brasil tem a segunda maior concentração de riqueza do mundo e a tendência é a desigualdade disparar com a política ultraliberal e entreguista do governo de Jair Bolsonaro. A diferença é tão grande que o 1% mais rico da população concentra 28,3% de toda a renda nacional. Se considerar os 10% mais ricos sobe para 41,9% da riqueza. 


Os dados são do Relatório de Desenvolvimento Humano, divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas). No Brasil, enquanto os ricos não param de acumular, privilegiados pelo governo, os pobres padecem com a queda significativa da renda mensal e o desemprego. 


Segundo um estudo divulgado recentemente pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), o número de pobres aumentou e hoje passa dos 23,3 milhões. Essa parcela da população tem de se virar com menos de R$ 233,00 por mês. Difícil de imaginar.


Entre os 1% mais ricos do país, – aqueles que ganham em média R$ 27.744,00 por mês -, o rendimento avançou 8,4%. Por outro lado, os brasileiros que fazem parte da faixa dos 5% mais pobres – com rendimento médio de R$ 158,00 por mês – perderam 3,2% da renda. Tá osso. 

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta