26 set 2019

Privatização do BB está disfarçada de parceria

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
[Privatização do BB está disfarçada de parceria]

A privatização do Banco do Brasil parece que se aproxima. A empresa confirmou assinatura de memorando de entendimento com o suíço UBS para formar parceria na área de investimento e corretora de valores no Brasil e outros países da América do Sul. Ou seja, uma “joint-venture”.


No comunicado ao mercado, o BB afirmou que “o UBS será acionista majoritário da parceria que seria estabelecida pela contribuição de ativos do BB e do UBS, de acordo com os termos e condições definitivos…ainda em discussão”. Tudo para evitar problemas operacionais comuns em empresas estatais.


Com a formação da joint-venture, que compromete as empresas envolvidas com a partilha da gestão, lucros, riscos e prejuízos, o foco será serviços de investimentos no Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. A aliança ainda dará acesso à base de relacionamento do BB no país e às estruturas globais de execução e distribuição do UBS.


Mas, o Banco do Brasil não informou detalhes financeiros ou prazos previstos para início da operação conjunta após a aprovação do acordo por autoridades regulatórias. Só que o UBS teria como vantagem contar com a possibilidade de empréstimos da instituição em determinadas transações de banco de investimento, como financiamentos a aquisições. 


Outra ameaça que ronda o BB é a possível perda do controle acionário após o anúncio da venda de mais de 20.785.200 ações. A medida pode diminuir a participação do poder público na condução dos destinos da empresa.

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta