16 ago 2019

Saque do FGTS prejudica crédito imobiliário

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
[Saque do FGTS prejudica crédito imobiliário]

A liberação para saques do FGTS é uma furada. O trabalhador que sacar o valor de R$ 500,00 pode até conseguir quitar alguma dívida. Mas, em contrapartida, compromete a capacidade de financiamento imobiliário do país.


A mais afetada pelos saques será a Caixa, responsável pela administração do Fundo de Garantia. A instituição, que tem a maior carteira imobiliária de mercado, o equivalente a 69%, deve reduzir o financiamento nas linhas de crédito, nas áreas de habitação, saneamento básico e infraestrutura.


Ou seja, a ilusão de que o saque é a melhor opção para o desenvolvimento econômico, não passa de mais uma mentira. Enquanto os trabalhadores correm para sacar o dinheiro, o governo Bolsonaro retira recursos que fomentam o desenvolvimento e ajudam a diminuir o déficit habitacional no país, que hoje alcança cerca de 7,7 milhões de famílias.


O FGTS, além de ajudar na construção de residências que cabem no bolso da população mais pobre, garante a elevação na participação da poupança, que é uma das principais fontes para o crédito imobiliário, responsável por 55% do financiamento das operações de crédito. 

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta