5 dez 2018

Pesquisa mostra que 23% dos jovens no Brasil nem estuda e nem trabalha

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

A chamada “geração nem nem” alcançou o maior percentual e colocou o Brasil entre nove países da América Latina e Caribe com essa realidade. A média para a região é de 21% dos jovens, o equivalente a 20 milhões de pessoas, que não estudam nem trabalham.

Os dados são de pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revela que 23% dos jovens brasileiros não trabalham e nem estudam (jovens nem-nem), na maioria mulheres e de baixa renda.

O estudo Millennials na América e no Caribe: trabalhar ou estudar? sobre jovens latino-americanos foi lançado hoje (3) durante um seminário no Ipea, em Brasília. Os dados envolvem mais de 15 mil jovens entre 15 e 24 anos de nove países: Brasil, Chile, Colômbia, El Salvador, Haiti, México, Paraguai, Peru e Uruguai.

De acordo com a pesquisa, entre as atividades mais realizadas pelos jovens nem-nem no Brasil, 79% envolve negócios ou trabalhos domésticos; 44% os cuidados familiares e 36% estão procurando trabalho.

As razões para esse cenário, de acordo com o estudo, são problemas com habilidades cognitivas e socioemocionais, falta de políticas públicas, obrigações familiares com parentes e filhos, entre outros.

No mesmo grupo estão o México, com 25% de jovens que não estudam nem trabalham, e El Salvador, com 24%. No outro extremo está o Chile, onde apenas 14% dos jovens pesquisados estão nessa situação.

Portal CTB – Com informações das agências

Deixe uma Resposta