11 out 2018

Antidepressivo é o remédio mais tomado pelos bancários

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

Os empregados da Caixa apresentam doenças crônicas em decorrência da sobrecarga de trabalho, assédio moral, além da falta de política de saúde no banco. Dos bancários doentes, 10,6% têm depressão. Outros 60,5% dos casos são decorrentes do estresse e outros problemas psicológicos. A representação dos empregados vai encaminhar a pesquisa ao banco e cobrar providências.

Um em cada três empregados afirma já ter apresentado algum problema de saúde em decorrência do trabalho. Do total, 53% precisaram recorrer a algum remédio. Os mais usados foram antidepressivos e ansiolíticos (35,3%). Tem ainda anti-inflamatórios (14,3%) e analgésicos (7,6%).

A Pesquisa Saúde do Trabalhador da Caixa mostra que 58% se sentem sobrecarregados. Em relação ao local de trabalho, 66,2% que estão lotados em agências reclamam da sobrecarga e 41,2% dos que trabalham em áreas meio falaram estar sobrecarregados. Falta de pessoal (16,3%) e cobrança excessiva por metas (16%) foram os principais pontos para a insatisfação.

Outro dado que preocupa o movimento sindical é que dos trabalhadores analisados no estudo, 46,9% conheceram algum caso de suicídio na Caixa, sendo que 51,7% conhece algum empregado que passou por sofrimento contínuo em virtude do trabalho. Preocupante.

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta