10 jul 2018

Ex-presidente Lula é considerado preso político

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

Se ainda havia alguma dúvida, agora não há mais. O Brasil vive um Estado de Exceção. O caso sobre o habeas corpus concedido ao ex-presidente Lula, pelo desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, domingo, e desrespeitado pelo juiz Sérgio Moro, de instância menor e ainda de férias, e pela Polícia Federal, escancara o caminho perigoso traçado pelo país.

O pior é que não há sinais de que as coisas possam mudar. Até esta segunda-feira (09/07), o STF (Supremo Tribunal Federal) não havia tomado uma atitude sobre o assunto, enquanto o mundo declarava oficialmente que Lula é preso político e, na verdade, sofre perseguição. A Fundação Internacional de Direitos Humanos, presente em 15 países, reconheceu o ex-presidente como “preso de consciência” na Lava Jato.

Portanto, a prisão de Lula ultrapassa a barreira da ilegalidade e é muito mais grave. É política e com o apoio de todas as esferas do Judiciário, que deveria garantir e defender os direitos individuais e a Constituição Federal. Mas, na prática, atua como um partido político. Prende as “personas” não gratas e deixa livre os aliados.

Exemplos são muitos, como o do senador Aécio Neves (PSDB), gravado pedindo propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista e também fazendo ameaça de homicídio. Os absurdos cometidos no Brasil fazem do país uma zona onde qualquer um pode ser a próxima vítima.

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta