27 jun 2018

Reforma trabalhista incentiva a queda de ações

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

Mais um dado ressalta que a reforma trabalhista só prejudica o empregado, que fica cada vez mais desprotegido. Com receio de ter que arcar com honorário, o trabalhador tem parado de correr atrás dos direitos na Justiça.

O número de ações pendentes de julgamento despencou 17,3% após seis meses de vigência da nova lei, se for levada em consideração a entrada de novas ações, as em andamento e as já julgadas.

As varas de todo o país tinham, no final do ano passado, 1,8 milhão de processos para ser julgados. Até maio deste ano, chegava a 1,5 milhão.

Com a reforma trabalhista, o trabalhador que for derrotado na Justiça é obrigado a pagar os honorários de sucumbência para o advogado da empresa ou honorários periciais. Absurdo.

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta