30 set 2011

Força da greve arranca proposta com conquistas históricas no Banpará

Autor: riccardus | Categoria: Não categorizado

Com uma adesão de 95% do funcionalismo do Banpará à greve deflagrada na última terça-feira (27), bastaram três dias de uma forte paralisação para que os trabalhadores arrancassem do banco uma proposta que atendesse aos interesses da categoria e colocasse fim à greve. Por ampla maioria, a assembleia realizada na noite desta quinta-feira (29) aprovou a proposta apresentada pelo Banpará em uma reunião de negociação de mais de sete horas com as entidades sindicais.
A força da greve no Banpará arrancou conquistas importantes como um reajuste de 10% sobre as verbas salariais, mais 5% de promoção do Plano de Cargos e Salários em 2012; Anuênio reajustado para R$ 25,00; Reajuste de 20% sobre tíquete alimentação e cesta alimentação, além de um tíquete alimentação extra de R$ 3.200,00, linear a todos os empregados em exercício nas datas de pagamento, sendo R$ 1.200,00 antes do Círio, R$ 1.000,00 em Dezembro/2011 e R$ 1.000,00 em Março/2012, dentre outras conquistas.
Mas uma conquista da Campanha Específica 2011 no Banpará pode ser considerada histórica e servirá de parâmetro para o movimento bancário nacional: a Licença Prêmio de 5 dias para cada ano, sem retroatividade, para gozo; direito este retirado dos trabalhadores de bancos públicos brasileiros desde 1994, no período neoliberal do governo de Fernando Henrique Cardoso.
“A conquista da Licença Prêmio anual, fora da assiduidade, no Banpará, é uma vitória não apenas do funcionalismo dessa instituição, mas de toda a categoria bancária em nível nacional. Tenho certeza que essa conquista mobilizará a luta de bancários e bancárias nos demais bancos, assim como o engajamento do funcionalismo do Banpará nessa greve irá inspirar a luta do restante da categoria ainda em greve em todo Brasil. Todos os funcionários e funcionárias do Banpará estão de parabéns por mais uma Campanha Específica vitoriosa”, ressalta a presidenta do Sindicato dos Bancários do Pará, Rosalina Amorim.
Para a funcionária do Banpará e diretora da Fetec, Vera Paoloni, “a categoria no Banpará demonstrou mais uma vez que é boa de luta, de trabalho e consegue, na pressão e com unidade, arrancar vitórias gigantescas como a retomada da licença-prêmio, um item sagrado da categoria na luta por isonomia, pela retomada de direitos. Por isso, hoje estamos em festa e com a alma lavada”, conclui.

Veja a proposta do Banpará aprovada em assembleia:

1.REAJUSTE: Reajuste de 10% (dez por cento) sobre todas as verbas fixas de natureza salarial, à exceção do anuênio, gratificação de quebra de caixa e gratificação de tesoureiro. Se o reajuste nacional for superior à proposta, o Banpará seguirá o reajuste nacional.

2.ANUÊNIO: Será reajustado para o valor de R$ 25,00. Hoje é R$ 21,49% e o cresciemnto é d 16,33%.

3.GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO DE TESOUREIROS: Reajuste na comissão dos tesoureiros, observado o nível da agência, em valores de R$ 1.532,00 a R$ 2.451,00. Até antes da greve, a função de tesoureiro era de R$ 1.393,00.

4.GRATIFICAÇÃO DE QUEBRA DE CAIXA: Passará para R$ 250,00. Hoje é R$ 180,49, crescimento de 36%.

5.TÍQUETE ALIMENTAÇÃO E CESTA ALIMENTAÇÃO: Reajuste de 20%. Passará de R$ 752,76 para R$ 903,30.

6.PLR:

6.1. Aplica-se a regra da FENABAN com majoração da parcela adicional em 2%;

6.2. Antecipação de R$ 1.000,00 ate o dia 05/10/2011;

6.3. TÍQUETE ALIMENTAÇÃO EXTRA: R$ 3.200,00, linear a todos os empregados em exercício nas datas de pagamento, sendo R$1.200,00 antes do Círio, R$1.000,00 em Dezembro/2011 e R$1.000,00 em Março/2012.

7.TÍQUETE ALIMENTAÇÃO PARA APOSENTADOS POR INVALIDEZ: Pagamento por até 30. Item novo. Antes, não havia este benefício no Banpará.

8.PCS:

8.1. O Banco concederá promoção por merecimento em Janeiro de 2012 a todos os empregados enquadrados em Janeiro/2010, concedendo um nível na tabela salarial, o que significa 5% a mais;

8.2. Será adotado o critério temporal de dois anos por merecimento e de três anos por antiguidade;

8.3. Manutenção do Grupo Paritário do PCS para discussão dos critérios qualitativos para a promoção por merecimento.

9. ABONO ACADEMIA: valor individual de R$50,00 por empregado, em forma de reembolso.

10. AFBEPA: formalização da liberação de um representante para a AFBEPA.

11. LICENÇA PRÊMIO: 5 dias para cada ano, sem retroatividade, para gozo.

12. ABONO DOS DIAS PARADOS: não haverá desconto para grevistas e nem compensação de horas.

O banco ainda se comprometeu:

 Revisão e reajuste de todas as comissões no prazo da Portaria publicada (novembro/2011. Hoje, 80% do funcionalismo do Banpará tem comissão;
 Realização de concurso público em 2012, em resposta à reivindicação das entidades de contratação de mais funcionários;
 Criação de mesa temática, conduzida pela Comissão de Segurança, para análise e propostas sobre a guarda de chaves;
 Implantar o ponto eletrônico em janeiro/2012;;
 Implantar o Plano Odontológico em janeiro/2012;
 Celular corporativo para os Coordenadores de Postos;
 Manutenção do auxilio diferenciado aos empregados com filhos portadores de necessidades especiais
 Coibir o transporte de valores por empregados;
 Banco de Permutas;
 Providenciar espaço adequado aos motoristas lotados na SULOG.

Fonte: Seeb Pará

Deixe uma Resposta