5 dez 2017

Bradesco demite por causa de SMS

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

O Bradesco passou dos limites. Um gerente de pessoa física do banco foi demitido arbitrariamente por causa de um simples SMS. Os gerentes que possuem inúmeras tarefas ficam com a incumbência de entrar em contato com clientes e depois registrar em sistema os motivos do contato. Após a ligação, o banco envia um SMS solicitando avaliação sobre a qualidade do atendimento e pergunta se houve ou não o contato.

Se durante o mês, o sistema receber duas repostas informando que não houve o contato, a meta do bancário de todo esse período é zerado. E se repetir no mês seguinte, o funcionário é demitido. Ao menos quatro gerentes foram demitidos pelo mesmo motivo.

Sobrecarga
Além do absurdo da demissão por SMS, o funcionário tinha que abraçar funções além das suas, como tarefas relacionadas à unidade bancária de pequeno porte.

Pra piorar a situação, o Plano de Demissão Voluntária Especial (PDVE) promovido pelo Bradesco, eliminou 7,4 postos de trabalho, sem nenhum sinal de contratação. As agências e departamentos estão com funcionários exercendo funções duplas ou até triplas. Descaso.

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta