28 jun 2017

Por reforma, Temer compra políticos

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

O que a grande mídia chama de estratégias do governo para aprovar a reforma da Previdência, é, na verdade, uma série de barbaridades contra o brasileiro. Michel Temer perdeu o pudor de vez e troca votos para dificultar a aposentadoria do brasileiro. É um verdadeiro balcão de negócios.

O presidente renegocia dívidas com prefeitos, empresas e ruralistas a fim de agradá-los e poder contar com os votos pela reforma, atualmente na Câmara Federal. Com os prefeitos, reduz os juros das dívidas entre 40% e 50% e as multas em 25% e aumenta o número parcelas. Antes o prazo máximo era 60 meses. Agora, são 200 meses. Mais de 3 mil municípios se enquadram.

Para as empresas que sonegam, mais mamata. O governo diminuiu as multas e juros das dívidas no PRT (Programa de Regularização Tributária). O valor representa uma perda de R$ 23 bilhões aos cofres públicos.

As bancadas do boi e da bala no Congresso também têm facilidades. Os ruralistas terão perdoados os juros da contribuição social (Funrural), o que corresponde a mais uma perda de R$ 10 bilhões para a Previdência.

Para os deputados vinculados a indústria armamentista, dois decretos vindos do Palácio do Planalto e uma portaria do Exército flexibilizam o Estatuto do Desarmamento, regulamentado em 2004.

Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta