29 jul 2016

Cortes também no Ciência sem Fronteiras

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
Até a educação é vista como gasto para o presidente provisório e, sem pestanejar, Michel Temer resolveu cortar programas importantes na área. A navalha da vez foi no Ciência sem Fronteiras, que beneficiou 101.446 estudantes com bolsas para formação acadêmica no exterior até 2014.
A medida prevê retirar do programa todas as bolsas para alunos de graduação. O motivo é o ajuste fiscal que só penaliza a parte de baixo da pirâmide social. De acordo com o MEC (Ministério da Educação), as 35 mil bolsas disponibilizadas em 2015 renderam despesas de R$ 3,248 bilhões.
O corte prejudica a qualificação de profissionais por todo o país e vai de encontro, inclusive, às recomendações da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado. Pelo relatório, o auxílio para os alunos de graduação deve ser mantido, visto os bons resultados do programa nos últimos anos.
Agora, a ênfase do Ciência sem Fronteiras é apenas para a pós-graduação para intercâmbio de estudantes, professores e pesquisadores e no ensino de idiomas, no país e no exterior.
Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta