28 mar 2016

NO ITAÚ, COBRANÇA É POR EMPREGO

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

A COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Itaú entregou ofício à direção da empresa cobrando mais clareza sobre as agências digitais, manobra do banco para reduzir custos e aumentar a exploração dos funcionários.

Os bancários querem saber quantas e quais são as unidades em funcionamento no país, quantos empregados estão lotados e qual a jornada de trabalho.

Sobre as demissões, o Itaú desconversou. Apesar de ter reduzido 2.711 postos de trabalho em 2015, a direção afirma que o índice de desligamentos ficou abaixo de 10%. Um absurdo, já que o lucro da empresa alcançou os R$ 23,8 bilhões no ano passado. (O Bancário)

Deixe uma Resposta