29 set 2014

Fenaban oferece 7,35%. Ainda é pouco

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
A negociação de sábado (27/09), convocada às pressas pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), terminou em frustração.

Apesar dos lucros bilionários, os bancos malmente elevaram o índice de reajuste salarial, que passou de 7% para 7,35%, aumento real de 0,94%. Muito pouco.

Os bancários reivindicam 12,5% e as empresas podem pagar. O piso também segue longe de atender a reivindicação. Saiu de 7,5% para 8%. A categoria quer R$ 2.979,25, valor correspondente ao salário mínimo definido pelo Dieese.

Outras questões prioritárias, como o fim das demissões e a ampliação do quadro de funcionários, condições de trabalho, fim das metas, combate o assédio moral, segurança e igualdade de oportunidades foram novamente ignoradas.

Em resposta, os bancários da base do Sindicato dos Bancários de Itabuna devem lotar a assembleia-geral nestaa segunda-feira (29/09), às 18h, na sede da entidade, para rejeitar a nova proposta da Fenaban e organizar a greve por tempo indeterminado a partir de amanhã, terça-feira (30/09).
Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta