27 set 2013

Bradesco vai à Justiça e não consegue “melar” a greve dos bancários

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

O Banco Bradesco, autoritário como sempre, ao invés de buscar a negociação com o Comando Nacional dos Bancários, onde deve apresentar uma proposta digna de acordo e assim acabar com a greve, prefere utilizar-se de meios escusos e através de alegações inverídicas buscar na Justiça do Trabalho uma liminar do ridículo e incabível interdito proibitório, alegação de caráter patrimonial que infelizmente ainda é acolhida e discutida na Justiça do Trabalho.

Contudo, a titular da Primeira Vara do Trabalho de Itabuna proferiu a seguinte conclusão: “Ante o quanto sobredito, defiro, em parte, a pretensão liminar do autor, para determinar ao Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região se abstenha de utilizar meios, a exemplo de cadeados e correntes, que configurem cerceio à livre circulação de clientes, funcionários e terceiros ou ao funcionamento da agência, sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$ 1.000,00 cuja incidência é limitada a 30 dias.”

Como o Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região nunca utilizou-se de meios como “cadeados” e “correntes”, em nada nossa ação será modificada e com toda certeza a greve dos bancários continuará e se fortalecerá nos próximos dias nas agências do Bradesco.

Basta de subterfúgios e mentiras.

Viva o direito de greve.

Negociação Já!

 

Deixe uma Resposta