27 set 2013

Movimento Pedágio Não! Duplicação da BR 101 deve ser integrada no PAC

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria

Por Jorge Barbosa*

Depois do fracasso do leilão de privatização da BR 262 (MG/ES), o governo avalia a mudança de regras para a concessão de rodovias, entre elas a BR 101 no trecho compreendido entre Feira de Santana a Mucuri.

Um dos problemas elencados pelos empresários foi a participação do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) no empreendimento. Um órgão que, segundo os representantes dos consórcios privados, possui antecedentes de não cumprir prazos, o que certamente traria dificuldades ao concessionário.

Dos 772 km a serem privatizados, consta do edital que 221 km devem ser duplicados sob a responsabilidade do DNIT. Contudo, o que advogamos é que o povo brasileiro, contribuinte de uma alta e injusta carga tributária, onde o peso está concentrado nos tributos indiretos, possui o direito de transitar em rodovias modernas e conservadas e que a duplicação da BR 101 se é tão importante para o desenvolvimento do Estado da Bahia e do Brasil, que seja integrada no PAC – Programa de Aceleração do Crescimento.

Políticos inertes

Foi comentado também que um dos motivos do fracasso do leilão da BR 262 foi a mobilização da bancada de deputados do Espírito Santo, temendo a repercussão negativa de mais pedágios, uma vez que foram fortes e violentas as manifestações nos movimentos de junho e julho.

Infelizmente até o momento nenhum deputado federal ou estadual da Bahia manifestou-se oficial e publicamente contra a privatização de rodovias, muito embora o – Movimento Pedágio Não  –  tenha enviado correspondência a todos desde o mês de abril. Além disso, o silêncio também é presente entre os prefeitos e vereadores da região que nada dizem sobre o assunto.

As exceções são: Álvaro Gomes, deputado estadual pelo PCdoB, que se pronunciou contra o pedágio durante o Encontro Regional de Bancários em Ilhéus no mês de maio; o vice-prefeito de Itabuna Wenceslau Júnior que apresentou oposição a concessão de rodovias no III Encontro Regional da CTB no mês de junho e o vereador Jairo Araújo PCdoB Itabuna, militante do Movimento Pedágio Não desde 2007 e que tem mantido a coerência participando das manifestações contra a privatização da BR 101.

Na próxima semana faremos o balanço final de quem apresentou alguma atitude contra o famigerado pedágio na BR 101.

Basta de omissão!

*Jorge Barbosa, presidente do Sindicato dos Bancários de Itabuna

Deixe uma Resposta