28 jun 2013

Centrais organizam greve e mobilização para o dia 11 de julho

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
O dia 11 de julho certamente entrará para a história do Brasil. Na data, milhares de pessoas vão às ruas com o objetivo de destravar a pauta da classe trabalhadora no Congresso Nacional e também construir e impulsionar as reivindicações da população que está nas ruas de todo o país em manifestações.
Em Salvador, houve uma reunião entre CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras), Força Sindical e UGT (União Geral dos Trabalhadores), nesta quinta-feira (27/06), para definir estratégias para o ato. Sábado (29/06), às 9h, no Sindicato dos Comerciários, acontece um novo encontro ampliado, com a participação de sindicatos e federações. Também está agendada uma panfletagem convocando a população para a mobilização, no 2 de Julho.
Além de mais investimentos em saúde, educação e transporte público de qualidade, como os manifestantes pedem e que é também agenda dos trabalhadores, o ato de 11 de julho reivindica o fim do fator previdenciário, redução da jornada para 40 horas semanais sem redução do salário.
Reforma agrária, o fim do projeto de lei 4330, que regulamenta a terceirização, também estão na pauta. Em Salvador, as reivindicações vão além e incluem a democratização da comunicação, a redução dos juros e do superávit primário e uma reforma política democrática.
O Brasil vai parar dia 11 de julho por:
– Fim do fator previdenciário
– 10% do PIB para a Saúde
– 10% do PIB para a Educação
– Redução da Jornada de Trabalho para 40h semanais, sem redução de salários
– Valorização das Aposentadorias
– Transporte público e de qualidade
– Reforma Agrária
– Mudanças nos Leilões de Petróleo
– Rechaço ao PL 4330, sobre Terceirização.
Fonte: O Bancário e Portal CTB

Deixe uma Resposta