29 nov 2012

Taxa básica de juros tem de reduzir mais

Autor: riccardus | Categoria: Sem categoria
Na última reunião do ano, o Copom (Comitê de Política Monetária) decidiu, por unanimidade, manter a taxa básica de juros em 7,25%, interrompendo o processo de redução. Para o movimento sindical, a decisão é um equívoco, na medida em que ainda há espaço para a queda dos juros básicos na economia.
Apesar de a Selic ter sofrido dez reduções consecutivas, em agosto do ano passado estava em 12,5%, os bancos continuam com juros e spread elevados, impedindo que a redução chegue ao consumidor. A postura é um empecilho para o desenvolvimento do país.
Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta quarta-feira (28/11), comprova. Mesmo reduzindo a pobreza, graças às políticas de inclusão social, desenvolvidas a partir de 2003, o Brasil ainda é um dos paises mais desiguais do mundo.
As organizações financeiras contribuem para o cenário. Isso porque, os bancos, ao manterem os juros elevados, retiram recursos de investimento em políticas públicas, essenciais para transformar crescimento econômico em desenvolvimento com distribuição de renda.
Fonte: O Bancário

Deixe uma Resposta